[Resenha] Divergente - Veronica Roth



Avaliação: 5/5
Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.
Se você se considera leitor e nunca ouviu falar em Divergente, aviso que está na hora de começar a se desesperar. Essa distopia causou até mesmo com seu nome (que lembra 'detergente', de acordo com Bom Humor Literário). Já queria lê-lo há tempos e conhecer essa história que não passou uma semana sem ter uma resenha nova no painel do Blogger, e quando apareceu a oportunidade, aqui fui eu.

Beatrice mora em um mundo futurista, em que a sociedade se divide em cinco grupos principais: Abnegação, Erudição, Amizade, Audácia e Franqueza. Cada uma delas culpa os males do mundo de uma forma diferente. Ela e sua família são da Abnegação, uma facção altruísta e que sempre pensa nos outros antes dos próprios interesses. Por essa razão, eles estão à frente no governo. Sem egoísmo, não há como agirem de má fé para atingirem as próprias metas. 

Aos 16 anos, tem que se submeter a um teste de aptidão para escolher em qual das facções ela se encaixa. Não apenas ela, mas todos os jovens que atingiram essa idade recentemente. O mais comum é que você continue na mesma facção que nasceu, mas às vezes suas características podem apontar para uma outra facção. Mas quando no seu teste não dá nenhum resultado conclusivo, o que acontece?

Não vou mentir e dizer que o comecinho do livro é super emocionante. Uma realidade comum em início de séries ou até mesmo de sagas, não é mesmo? Devemos conhecer melhor a realidade que o livro trata pra realmente "pegarmos o ritmo". 

A trama foi muito bem desenvolvida, de forma que foi muito interessante descobrir sobre essa nova sociedade, pouco à pouco. A primeira leitura de um livro sempre vai ser única, porque tudo que acontece é uma surpresa, ao ponto de você estar lendo e escancarar a boca mesmo estando só. E Divergente é exatamente assim. Momentos rápidos, surpresas, lutas, e todas aquelas questões de distopias: o que tem por trás de tudo isso? Um livro realmente de início de série, que nos apresentou bem às questões que serão tratadas pela frente, e terminou com o clássico "quero mais"! Agora é esperar o lançamento de Insurgente (apressa aí, Rocco!). Apesar de ter 504 páginas, é super rápido de ser lido.

Não costumo prestar muita atenção nos personagens: se eles são chatos, irritantes, legais, bonitos, encantadores, então não tenho muito o que dizer sobre Tris e Quatro, mas o grande diferencial de Tris foi por ser uma garota forte, mesmo tendo apenas 16 anos (tipo Katniss) e Quatro ter começado como uma pessoa chata e depois virar o mocinho! O livro tem cenas tristes, relacionadas à família, sem falar em algumas cenas até mais violentas (não me importo muito com isso, mas achei importante ressaltar).

Ah, e quem compara Divergente à Jogos Vorazes: ambos são ótimos, e podem ter uma semelhança ou outra por serem distopias, mas ainda não achei nada de muito semelhante. Distopias estão na moda, ué.

Agora é esperar a continuação e também mais informaçõs sobre a adaptação cinematográfica do filme. Espero que tenham gostado da resenha!

Informações sobre o livro:
Título: Divergente
Autor: Veronica Roth
Editora: Roco
Páginas: 504
Adaptações cinematográficas: Divergente, em 2014, pela Summit Entertainment. O elenco principal é de Shailene Woodley como Beatrice (ou Tris) e Theo James como Quatro. Jeanine, líder da facção Erudição, será interpretada por Kate Winslet (de Titanic).










15 comentários:

  1. Oi, Clara!
    Eu tenho vontade de ler esse livro, mas nem Jogos Vorazes eu li ainda. :x Adoro distopias quando são bem feitas, e tenho certeza que vou gostar de Divergente, mas quem disse que tenho oportunidade de ler?
    E como assim não presta atenção nos personagens? Eles são a alma do livro... hahha, se não gostar dos personagens já tô largando o livro. u_u

    P.S.: por que o selo da Arqueiro no fim da resenha?

    Gislaine Alves
    atualizado, comenta?
    Jeito Inédito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA opa, foi sem querer! Resenha errada! Sei lá, eu não presto atenção.

      Excluir
  2. OMG! Estou apaixonada por sua resenha, quero ler esse livro a algum tempo, mas os livros da Rocco são meio caros KKK
    Mesmo assim, quando tiver oportunidade quero ler!!!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não consigo comprar esse livro aqui na minha cidade é muito dificil de encontrar bons livros, estou louca para lê-lo a bastante tempo (minha lista de livros desejados só cresce por sinal).
    Adorei a resenha, me fez querê-lo ainda mais.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Divergente foi um dos poucos livros que me fizeram, recentemente, amanhecer o dia lendo. Insurgente não fica muito atrás... Veronica Roth, se apressa, minha filha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim sim! :D Eu ainda tô esperando chegar Insurgente em português.

      Excluir
  5. Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha do livro e adorei sua resenha, realmente o livro parece ótimo e eu me interessei bastante. Adoro livros fantásticos, apocalípticos e cheios de ''vida ou morte'' rsrsrs Depois de Jogos Vorazes você fica meio assim ^^

    ResponderExcluir
  6. Quero bastante ler esse livro, estou com várias expectativas!
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  7. Estou louca para ler esse livro antes do filme. Se bem que vou vê-lo mais pela Kate do que pelo resto do elenco que não gostei, mas enfim... Achei a sua resenha muito boa por detalhar bem os pontos fortes e fracos dele.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  8. O povo anda falando tão bem desse livro que só me deixa pra ansiosa para lê-lo. Estou com a versão inglês dele aqui em casa e vou ler esse ano com certeza! :)

    Beijos!
    www.desejoliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir

© Incantevole, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena