[Resenha] Viagem ao Centro da Terra - Julio Verne


Avaliação: 4/5
Axel está prestes a viver a aventura de sua vida, ainda que a contragosto. Obrigado pelo tio a acompanhá-lo numa expedição ao centro do planeta, o jovem e perspicaz narrador diverte o leitor com seu bem-humorado relato da jornada, angustiado diante das excentricidades do genial professor Lindenbrock e de seu impassível guia. Fruto de meticulosa pesquisa, Viagem ao centro da Terra alia entretenimento a informação. Explorando culturas, cidades e mares, reconstrói a evolução do planeta e prova que nada é impossível quando se tem coragem. Pelo menos, o bastante para encarar uma inversão fascinante e, ao mesmo tempo, terrível bem debaixo de nossos pés: uma aparente semelhança revela o mais profundo estranhamento de nosso próprio mundo, colocando em xeque todo o conhecimento de uma sociedade. Mas é da destruição que surge o prazer da descoberta. A narrativa detalhada, poderosa e ritmada nos desafia a correr à internet para procurar cada lugar, checar cada informação. Até o momento em que o leitor perceberá estar — como Verne queria — cativado e irremediavelmente curioso, ávido por entender melhor seu mundo e a si próprio.
Eu estava numa daquelas crises de estar sem o que ler novamente, então peguei esse livro que uma amiga da minha mãe havia emprestado e comecei a ler. Não sei o que eu esperava de início, mas devo dizer que foi uma surpresa agradável.

Axel mora com seu tio Otto Lidenbrock, um professor, e com a sua empregada, Martha. É apaixonado por uma virlandesa chamada Graüben. Um dia, após seu tio ter comprado um manuscrito antigo e ter falado e falado sobre ele, cai um papel de dentro dele. No papel haviam caracteres estranhos, que o professor logo começa a se empenhar para descobrir o seu significado. Depois de uma luta e da descoberta de Axel, o professor Lidenbrock se vê diante de uma aventura, a qual o seu sobrinho certamente o acompanhará: ir à base de um vulcão na Islândia descobrir o que Arne Saknussemm queria dizer. Eles estavam indo para o centro da Terra.

Daí você pensa: "ah, mas eu já vi esse filme!". Rebobine a fita, meu caro. O livro é totalmente diferente. O filme com o Josh Hutcherson é uma versão atualizada da história de Verne. Sinceramente, praticamente nada, ou nada mesmo que tem no filme é encontrado no livro.
A palavra "caverna" sempre me vem à cabeça quando descrevo aquele imenso ambiente. Mas as palavras da língua humana não são suficientes para os que se aventuraram pelos abismos terrestres. pg. 161
Apesar de Julio Verne não ser um escritor atual, a história do livro não deixa de ser dinâmica e sim, legal! É uma boa leitura, em que você acompanha os passos que Axel e seu tio viveram, e o que encontraram em sua jornada. Bem, mas não é perfeito. O livro contêm algumas expressões mineralógicas que não nos deixa entender por completo alguns trechos, além de ter um final que me deixou confusa. Apesar de tudo, recomendo a leitura, com sempre bastante atenção, para que vocês não percam nada.

Informações sobre o livro
Título: Viagem ao Centro da Terra
Autor: Julio Verne
Editora: L&PM
Páginas: 246
Preço: Cultura - Saraiva - Submarino


8 comentários:

  1. Desde que soube que o filme era baseado num livro, eu sempre quis ler. Eu descofiava mesmo que não teria nada a ver com o filme, mas acredito que o livro vai me agradar muito, ele tem uma pegada bem "clássico", mas ao mesmo tempo atual, com bastante aventura. Ótima resenha Clara, espero poder ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  2. Eu já li dois livros do Verne adaptados para o adolescentes. Ele está minha lista para esse ano com 20000 léguas submarinas. Mas me encanto com essa história também.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Hey, acho esse livro um clássico e já tinha lido uma resenha positiva dele antes de ler a sua, não gostei dele ter termos mineralógicos que tornam um pouco confusa a leitura, mas quero ler, clássicos sempre me interessam ♥

    Beijos ><
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Esse livrinho eu li, por gostar de biologia...Como é mesmo o nome de quem estuda cavernas, vulcão? (hehe)Enfim, Ciências de um modo geral.
    Valeu por isso, e tb porque a aventura pelo menos no livro não era tão exagerada, nos filmes eles abusam muito, sei lá...

    Fazem muito estilo Indiana Jones, nesse caso tá certo, mas Viagem ao Centro da Terra, deve se concentrar nos dados da Ciência. Não sei é só minha humilde opinião.

    Julio Verne tb escreveu, muitos livros mas queria ler Vinte Mil Léguas Submarina... Já ia me confundir com Atlantis que tenho maior encanto por essa história e nunca li nada...

    Alguém me indica um livro, sobre Atlântida??
    Bjk
    e boas leituras

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha, adoro livros clássicos e esse já está na minha lista.
    Dica é sempre legal falar de que ano é o livro, muita gente tem curiosidade.

    ResponderExcluir
  6. Clarinha, eu sou uma apaixonada inveterada pelo Verne. Foi um homem incrível, bem à frente do seu tempo e previu muitas das maravilhas tecnológicas que só seriam criadas muito tempo após a sua morte.
    Adoro os livros dele, sempre repletos de aventuras impressionantes; ele realmente de vez em quando coloca alguns termos técnicos e às vezes eu também ficava voando pois só entendendo mesmo do assunto para compreender em sua totalidade rs mas ele explica tudo direitinho ao leitor leigo e inclusive já aprendi algumas coisas por conta dele.
    Não cheguei a assistir a versão atual feita para o cinema, mas não me surpreende que não tenha nada a ver!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Minha amiga leu esse livro um tempo atrás e gostou bastante. Apesar de não ter gostado da versão do cinema, eu tenho vontade de ler

    ResponderExcluir
  8. Oie, Clara.
    Confesso que li o livro e ele não me pegou de jeito.
    Achei uma leitura cansativa e não gostei, provável por ser um gênero que não curto muito, quem sabe.
    Mais que bom que Foi supreendida de foraja boa :)
    http://felicidadenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Incantevole, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena